5 erros que acabam com o orçamento familiar

5 erros que acabam com o orçamento familiar

Muitos casais sonham em constituir o próprio patrimônio, mas enfrentam algumas dificuldades. Nesse sentido, a falta de renda e o pouco conhecimento dos programas de financiamento de imóveis são as principais delas.

Antes de tudo, para investir no seu imóvel é necessário ter um orçamento familiar — e é nesse ponto que uma família deve focar para atingir seus objetivos, sejam eles quais forem.

Pensando em ajudá-lo nessas questões, listamos 5 erros que acabam com o orçamento familiar e, consequentemente, atrasam a compra de um imóvel de muitas famílias. Acompanhe!

1. Ignorar o planejamento do orçamento familiar

Muitas pessoas ficam na dúvida se é possível comprar um imóvel com renda baixa e se esquecem do principal: fazer um planejamento para alcançar esse objetivo.

É muito bom morar em seu próprio apartamento, concorda? Além da privacidade de ter um cantinho só seu, o lugar oferece conforto e dispõe de um condomínio onde as crianças poderão brincar e fazer amizades com total segurança. Porém, para chegar lá, é preciso começar a dar atenção ao planejamento financeiro. Infelizmente, as pessoas têm se esquecido disso.

É importante organizar seu orçamento familiar a partir de um bom planejamento financeiro, visando fazer uma reserva específica para a aquisição de um imóvel. Mas, para isso, talvez seja preciso alterar algumas despesas. Fique atento!

2. Não estar disposto a alterar despesas tidas como fixas

Esse é um outro problema dos casais. Muitos não estão dispostos a alterar despesas tidas como fixas. Contudo, se você quer ter seu próprio patrimônio, é preciso começar a economizar hoje mesmo e abrir mão de algumas mordomias.

As contas mensais podem ser reduzidas ao consumir apenas o necessário. Diminuir gastos de energia e água ou reduzir o plano de internet por um mais em conta também pode ajudar no orçamento familiar. Só assim é possível fazer uma reserva.

3. Não se preocupar em fazer uma reserva financeira

Não se preocupar em fazer uma reserva financeira, mesmo que pequena, é outra falta cometida por muitas pessoas. Fazer uma economia, como a citada no tópico anterior, faz com que sobre dinheiro em seu orçamento, e cabe a você aplicá-lo em uma reserva específica.

Há muitos programas de financiamento que facilitam a aquisição de um imóvel, mesmo com baixa renda. Para isso, é preciso ter, ao menos, uma pequena reserva financeira.

Um bom exemplo desses programas é o Minha Casa Minha Vida, que oferece muitas vantagens, tais como, subsídio de até 25 mil reais, parcelas de financiamento decrescentes, juros reduzidos, etc.

Por isso, é importante fazer uma reserva financeira. Afinal, nunca se sabe quando vai aparecer uma oportunidade de investir no próprio imóvel.

No entanto, é preciso dar atenção a outros gastos também.

4. Ignorar os gastos diários

Comprar dois pães aqui, pagar a gasolina ali, uma pizza no fim de semana, e por aí vai — os gastos diários acabam gerando um montante que faz diferença no fim do mês! Portanto, não ignore essas despesas, mesmo a menor delas.

Muitas pessoas cometem esse erro, e isso pode fazer diferença em seu orçamento familiar. Então, imponha um limite para os seus gastos diários e faça uma planilha categorizando cada despesa para não correr o risco de estourar sua meta e ficar sem dinheiro para a reserva financeira.

Além disso, é preciso tomar cuidado com as contas parceladas. Observe!

5. Parcelar as compras

Este é um hábito de muitos brasileiros. Porém, se você pretende investir em um imóvel próprio, é preciso dar um fim nas parcelas. É um erro grave, pois consome grande parte do orçamento familiar e dificulta na hora de fazer um financiamento de imóvel.

Compre apenas o que cabe no bolso, afinal, seu objetivo é facilitar o financiamento de um imóvel, e não dificultar.

Agora que você já sabe como organizar um bom planejamento familiar para ter seu patrimônio próprio e sem cometer erros, que tal conhecer algumas dicas valiosas para comprar seu primeiro apartamento? Nos vemos no próximo post!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligamos para você