5 dicas infalíveis de finanças para recém-casados!

5 dicas infalíveis de finanças para recém-casados!

O casamento é uma cerimônia muito desejada por alguns, enquanto outros preferem apenas morar juntos. Independentemente da situação, quem escolhe dividir a vida com outra pessoa precisa estar atento às finanças, pois elas costumam ser um dos maiores motivos para brigas e rompimentos.

No artigo de hoje, daremos 5 dicas para recém-casados que desejam se organizar bem financeiramente, confira!

1. Calculem os ganhos e os gastos

O primeiro passo para começar bem a vida de casado é organizar o orçamento. É importante considerar os gastos e os ganhos de cada um separadamente, pois, por vezes, acontece de um receber mais do que o outro. Depois será necessário calcular os novos gastos, que aumentarão com a vida a dois, como moradia, alimentação, lazer e decidir sobre quem pagará o quê, conforme a renda de cada um.

Esse será o orçamento familiar, que poderá mudar de acordo com a necessidade do casal e deve ser sempre verificado para que sejam evitadas as temidas dívidas.

2. Discutam sobre planos e avaliem as necessidades

É comum que o casal comece a fazer planos após se casar, mas para que eles deem certo, é preciso avaliar o que terá de ser feito para alcançá-los.

Há necessidade de cortar gastos com o lazer? Solicitar um empréstimo? Os planos serão de curto, médio ou longo prazo? Vocês terão uma conta conjunta? É hora de encontrar uma forma de ganhar dinheiro extra? Algum dos dois tem o nome sujo? Essas são algumas das questões que precisam de respostas para alcançar os objetivos, sejam eles pessoais ou para o casal.

3. Conversem sobre finanças regularmente

Com o passar do tempo, nem tudo pode sair como esperado e as contas talvez não fechem. Isso pode indicar que alguém está gastando mais do que deveria ou que ambos precisam poupar mais. Conversar sobre finanças é uma forma de manter os dois a par da situação e incentivar que isso não ocorra.

Além disso, o diálogo permite que ambos compartilhem dessa responsabilidade, até mesmo porque deixar apenas um responsável por organizar as finanças do casal pode ser desgastante.

4. Criem um fundo de emergência

O fundo de emergência é extremamente importante, já que, infelizmente, nunca se sabe quando pode acontecer uma situação trágica, como um dos dois ficar desempregado, ter problemas de saúde ou algum bem (como um carro, por exemplo) ser furtado. Com o fundo de emergência o casal fica preparado para esses imprevistos e reduz o risco de entrar no vermelho diante dessas situações.

5. Façam investimentos

Agora que vocês são um casal e dividem gastos, precisam lembrar que também compartilham o dinheiro que recebem, o que é vantajoso quando se trata de investimentos. Sabendo gerenciar bem, existe uma possibilidade maior de fazer aplicações que podem gerar lucro ou estabilidade no futuro.

Comprar o primeiro imóvel ao invés de alugar, por exemplo, é uma maneira de usar o dinheiro para algo que vai lhe dar retorno, ao invés de apenas pagar pela sua moradia. Além disso, vocês estarão investindo em um bem que pode ser cada vez mais valorizado, com um retorno garantido.

Ah, e aqui vai uma das melhores dicas para recém-casados: atualmente, programas do governo, como o Minha Casa Minha Vida ajudam quem quer financiar um imóvel, oferecendo juros baixos e crédito mais acessível, ideal para quem precisa de uma “mãozinha” para conquistar a casa própria.

Gostou das dicas? Então, compartilhe-as em suas redes sociais para que outras pessoas também possam conhecê-las!

Gostou do texto? Não gostou? Comente abaixo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ligamos para você